perspectivas

Terça-feira, 10 Março 2009

Os me®dia “pimba” e o Bloco de Esquerda

Filed under: Política — O. Braga @ 3:04 pm
Tags: , , ,

Hoje ouvi na estação de rádio mais “pimba” do país ― o Rádio Clube Português ― a seguinte afirmação por parte de um “jornaleiro pimba” de serviço: “Angola está a colonizar Portugal”.

Nunca ninguém ouviu a um suíço dizer que os Estados Unidos (e outros países) colonizaram a Suíça com as volumosas contas bancárias que os capitalistas americanos depositaram na Banca suíça. Mas se uma ou duas empresas angolanas compram activos em empresas portuguesas, acontecem duas coisas: 1) “Portugal está a ser colonizado por Angola”; 2) O Bloco de Esquerda passa a ter privilégios de “prime time” nos me®dia “pimba” para protestar contra a visita do presidente de Angola, Eduardo dos Santos, ao nosso país.

Podemos dizer que o BE é o partido político “pimba” da dor-de-corno e do ressentimento político normalizado. E em função dos me®dia que temos, podemos dizer que vivemos num país que está a ser formatado pelos me®dia para se tornar definitivamente num “Portugal pimba”.

Quando um crise financeira está a ser transformada em pânico social pelos me®dia, o problema deixa de pertencer à economia e passa a ser um problema político. Esta crise pode ter contornos financeiros, mas a sua verdadeira origem é política.

Os me®dia estão a contribuir para que a crise se transforme em pânico que tem a intenção de desestabilizar psicologicamente as relações sociais. O problema é que não existe qualquer forma de responsabilizar os me®dia: os “jornaleiros” de serviço fazem o que querem e sobra-lhes tempo.

9 comentários »

  1. Portugal está a começar a ser colonizado por Angola, ou mais concretamente, pelo clã Eduardo Dos Santos, que governa Angola em alegre oligarquia.

    Entretanto cá brinca-se ao faz de conta que Angola é um país democrático e que isto não tem mal nenhum… O preço de nos enlaçarmos economicamente com Angola é perder o controlo das nossas fronteiras, pois é só cá deste lado se apertar um pouco mais a entrada de imigrantes, para o lado de lá apertar o lobby económico.

    Vai ser giro.

    Gostar

    Comentar por Fenéco — Quarta-feira, 11 Março 2009 @ 2:03 pm | Responder

  2. Feneco: não é verdade. Hoje, há praticamente tantos portugueses em Angola quantos angolanos há em Portugal. Não é verdade. Portugal tem relações comerciais com a China porque este é um país democrático?!!

    Vamos ser coerentes.

    Gostar

    Comentar por O. Braga — Quarta-feira, 11 Março 2009 @ 4:01 pm | Responder

  3. Relações com a China é um erro de todo o mundo Ocidental, nomeadamente permitir o comércio de produtos que lá são produzidos por exploração brutal de mão de obra que depois destrói a indústria ocidental cujos trabalhadores são melhor pagos e possuem privilégios, o que encarece os produtos tornando-os menos competitivos.

    Haver tantos portugueses em Angola como angolanos em Portugal não é igualdade! Se por exemplo abrissemos portas á livre circulação entre os dois países, Portugal era absorvido pela certa. Angola pode meter lá mais um milhão de portugueses e não mudará, mas se meter cá mais um milhão de angolanos, vai ver a volta que isto dá.

    Além disso desconsidera todos os factores culturais. O idealismo multicultural é coisa de marxistas sociais, Orlando.

    Gostar

    Comentar por Fenéco — Quarta-feira, 11 Março 2009 @ 9:35 pm | Responder

  4. Não há dúvida que a pimbalhada analfabeta de esquerda pensa rápido e mal.
    Afinal de contas eles têm medo da lusofonia e da abertura de Portugal a um espaço lusófono sem barreiras.
    Melhor será fechar o espacho shengen e a vinda de sudaneses e outros islamitas que nem sabem o que a democracia!

    Gostar

    Comentar por Karlos Kellog — Quinta-feira, 12 Março 2009 @ 12:58 am | Responder

  5. Interessante discussão. Permita-me dar um alô para o seu amigo Fenéco e dizer-lhe que ao encarar as proporções entre Angola e Portugal precisa ater-se apenas às condições económicas. O espaço não é questão neste assunto.
    Outro assunto que acho interessante é falar-se em democracia em um país que vive uma anarquia. Ou, por favor, me elucidem. Existe mesmo uma democracia em Portugal? Em Angola? O fato de existirem imensos partidos políticos não faz do país uma democracia, ou faz? No Brasil a nossa “democracia” permite que todos digam o que querem e logo em seguida os fortes calam os menos fortes ou fracos, de acordo com as conveniências. Mas somos uma democracia quase ao estilo vo Morales, Hugo Chavez e por que não Raúl Castro!!!!!!!! Eu cansei de democracia. Me deiam segurança e trabalho e guardem a democracia para os arruaceiros. Este tipo de democracia não consta dos compêndios onde aprendi formas de governar.
    Bom, pelo menos nós não sabemos o que é isso de “crise”. Aqui só passa uma “marolinha”. Pib de -7.4 no último trimestre de 08 não é pra qualquer um. Nós podemos. E, bola pra frente…

    Gostar

    Comentar por delfinaguimaraes — Quinta-feira, 12 Março 2009 @ 8:02 pm | Responder

  6. Eu acho que o Orlando confunde a Angola onde cresceu, ainda dirigida por portugueses e a Angola de agora. Eles não querem uma Nova Lisboa, querem é lá a Luanda deles e o gesto de independência deles foi o êxodo de 1 milhão de portugueses.

    Não é muito dificil ver qual é o espírito em relação a Portugal.

    Gostar

    Comentar por Fenéco — Quinta-feira, 12 Março 2009 @ 8:03 pm | Responder

  7. Se liga Fenéco (com a sua licença)…o Orlando não vai gostar que você confunda Angola com Moçambique. Nenhum moçambicano gostaria…

    Gostar

    Comentar por delfinaguimaraes — Quinta-feira, 12 Março 2009 @ 8:09 pm | Responder

  8. Eu não cresci em Angola, mas em Moçambique.

    Eles querem Luanda como nós queremos Lisboa.

    Gostar

    Comentar por O. Braga — Sexta-feira, 13 Março 2009 @ 2:20 pm | Responder

  9. Delfina, não confundi Moçambique com Angola, apenas não me lembrava exactamente de que país africano se referia o Orlando nas suas memórias de infância.

    “precisa ater-se apenas às condições económicas”

    😆 Não queria mais nada!

    “O espaço não é questão neste assunto.”
    Não me referia a espaço mas a diferenças demográficas. Já que estão numa de livre circulação abram-se portas nos dois sentidos com o Angola, Moçambique, Brasil…

    A democracia que temos é a que merecemos pela nossa consciência (ou falta dela) colectiva. A partidocracia domina porque o povo alinha no seu jogo. O povo organizado e consciente poderia acabar com os partidos ou exigir mudanças de atitude dos governantes. Mas o povo não persegue mais do que as suas necessidades imediatas (classe média o tanas) e hoje como antigamente são as élites que dirigiem os destinos da nação enquanto o resto da população é conduzida tipo rebanho. Há os pastores comunistas, socialistas, centristas, capitalistas, fascistas a quem as respectivas ovelhinhas acham que os podem conduzir aos pastos mais verdes. Nunca as ovelhinhas se lhes ocorre pensar que os pastores são uma classe que protege e zela acima de tudo pelos outros pastores.

    Temos o que merecemos, eu não percedo de todas as intrigas e história da politica, sou simples, mas não sou burro. Vejo como a maioria dos que me rodeiam, dos mais ignorantes até os mais inteligentes gostam de se afundar na resignação de ir lá fazer a cruzinha (ou nem ir lá de todo) nos do costume em vez de tentar algo novo.

    Nós merecemos esta governação, oh se a merecemos, porque a única medida de justiça humana que conta no fundo é a auto-determinação e a consciência. Não somos determinados nem conscientes, logo, é comer e calar.

    Gostar

    Comentar por Fenéco — Sexta-feira, 13 Março 2009 @ 8:27 pm | Responder


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

AVISO: os comentários escritos segundo o AO serão corrigidos para português.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: