perspectivas

Quinta-feira, 4 Dezembro 2008

A liberdade tem os dias contados

repressao

O recente caso do apoio financeiro do governo português (utilizando dinheiro dos contribuintes) a um Banco (o Banco Privado Português) que gere grandes fortunas pessoais, é a prova de que a chamada “crise do neoliberalismo” não colocou em causa a força da ideologia totalitária neoliberal.

Enquanto que o BPN ― Banco Português de Negócios que foi nacionalizado devido a má gestão ― tem largas dezenas de milhares de pequenos clientes e pequenos aforradores, o BPP é um Banco dirigido ao mercado das grandes fortunas e aos especuladores bolsistas, em que o mínimo permitido para se abrir uma conta nesse Banco ronda um milhão de Euros.

Não faz sentido que todos os contribuintes portugueses paguem a má gestão de um Banco no qual só pode ter conta aberta quem for milionário. O assunto é de tal forma escandaloso, que até o empresário Joe Berardo veio a terreiro reclamar igualdade de tratamento por parte do governo português.

Estamos perante uma realidade insólita: o neoliberalismo causou a crise internacional, e os povos do mundo são obrigados financiar as grandes fortunas que “perderam” algum do seu dinheiro (não perderam nada; esse dinheiro “perdido” nunca existiu realmente).


Clique p/ aumentar

Clique p/ aumentar

Quem está por detrás do BPP? Pinto Balsemão! Quem é o mestre-de-cerimónias da judaico-maçonaria que “arranja” os encontros dos políticos portugueses para Bilderberg? Pinto Balsemão! Quem é dono de um canal de televisão que promove abertamente o aborto, a eutanásia e celebra o estilo de vida gay? Pinto Balsemão! Em Portugal, todos os caminhos do Poder neoliberal ― o organigrama real do Poder ― e da Nova Ordem Mundial da plutocracia judaico-maçónica vão ter a Pinto Balsemão.

Como nas empresas, existe na política um organigrama real do Poder e um organigrama oficial “para inglês ver” ― neste caso, para o povão ver ― que não reflecte a realidade desse Poder. A estrutura do governo português corresponde a um organigrama oficial que, de facto, pouco poder tem. O organigrama real é aquele que se esconde por detrás de quem manda realmente neste País, e Pinto Balsemão é uma peça fundamental do Poder da plutocracia internacional em Portugal, comandada pela judaico-maçonaria dos George Soros, Rockefeller, Rothschild & Cia.
Por isso é que o povo português financia o BPP, porque quem manda realmente neste País deu ordens a este governo para patrocinar uma fraude gigantesca. José Sócrates é um pau-mandado e Cavaco Silva é um timorato. Estamos entregues à bicharada.

No meio de um novo totalitarismo neoliberal que se impõe através da Nova Ordem Mundial, aqueles que defendem a liberdade de expressão são apanhados entre vários fogos que se opõem e que reganham protagonismo: o marxismo totalitário de “sete fôlegos”, a direita autoritarista saudosista, o integrismo islâmico retrógrado, e o pior de todos os totalitarismos por ser o mais dissimulado e por dar a sensação de democracia ao mesmo tempo que tenta limitar a liberdade de expressão : a Nova Ordem Mundial neoliberal.

Na verdade, os tempos que correm são de uma pronunciação totalitária a nível global, em que o jogo da democracia ― onde quer que ainda sobreviva ― já serve só para enganar os incautos; já não existe democracia, e a liberdade já não inclui a possibilidade de pensarmos pela nossa cabeça.

Resta-nos a Internet, mas até esta está sob ameaça de todos os quadrantes: o integralismo islâmico censura os conteúdos ideológicos e políticos, a China totalitária e a Cuba marxista fazem o mesmo, e a judaico-maçonaria plutocrata trabalha todos os dias para que o garrote da censura vá ganhando terreno e que só os conteúdos politicamente correctos e permitidos pelo Poder neoliberal possam vir a ser admitidos na rede.

Em presença de vários tipos de totalitarismos globais que se opõem, a probabilidade de ocorrência de uma hecatombe nuclear mundial será altíssima. O futuro da liberdade está na clandestinidade organizada.


Adenda: nem de propósito: ler este artigo, que coincide com a tese do “Robotismo” do Hora Absurda.

Deixe um Comentário »

Ainda sem comentários.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

AVISO: os comentários escritos segundo o AO serão corrigidos para português.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: