perspectivas

Sexta-feira, 2 Novembro 2007

Barcelona e o turismo sexual

Temos a ideia de que o turismo sexual pedófilo é um fenómeno exclusivo de alguns países do Extremo-oriente, e não nos damos conta que o fenómeno alastra na Europa.
O governo autónomo da Catalunha anunciou há dias a sua adesão, como membro de pleno direito, à organização internacional ILGA (International Lesbian and Gay Association), tornando-se a Generalitat (o governo catalão) o primeiro governo do mundo a juntar-se a uma organização que promove a pedofilia. Zapatero e o governo socialista não se opuseram a esta adesão – e segundo a constituição espanhola, podiam tê-lo feito.

A ILGA é um grupo de pressão e um lobby político internacional que tem como objectivo a construção de uma sociedade em que a homossexualidade seja celebrada e privilegiada. A agenda política da ILGA inclui a intenção de eliminar da nossa Cultura as diferenças biológicas entre a Mulher e o Homem – e não já só os estereótipos culturais de género. Para a ILGA, as diferenças biológicas entre a Mulher e o Homem devem ser culturalmente eliminadas, e devem passar a existir somente diferenças entre Heterossexuais, Homossexuais, Bissexuais, Transexuais, Transgenéros, Pederastas, Pedófilos, etc.

Uma das grandes batalhas da ILGA é a alteração da Declaração Universal dos Direitos Humanos adoptada pela ONU. A ILGA pretende incluir na Declaração, de uma forma explícita e inequívoca, um novo artigo que estabelece que “o acto homossexual é um direito humano”. Para tal, a ILGA promove oficialmente os “Princípios de Yogyakarta”, que é uma declaração política emitida na cidade indonésia de Yogyakarta no princípio de 2007, numa reunião secreta realizada entre proeminentes gays (isto é, uns grandes paneleiros) pertencentes a organizações das Nações Unidas – organizações da ONU que são subsidiadas com o dinheiro dos povos do mundo, isto é, a tentativa de legalização da pedofilia está a ser levada a cabo com o nosso dinheiro.

Os “Princípios de Yogyakarta” proclamados pela ILGA defendem, entre outras coisas, o direito das crianças à sua “autodeterminação sexual”, incluindo o direito das crianças a “constituírem família”, o que asseguraria à criança “o direito de ser capaz de formar as suas ideias e pontos de vista pessoais sobre a sexualidade e de exercer o direito à liberdade de expressão dos seus pontos de vista”.
Se isto vos parece irreal, procurem no Google: Yogyakarta Principles.

A ILGA, que defende a legalização da pedofilia, está presente em Portugal onde é um lobby político muito activo junto do governo de José Sócrates, e visto por este com muito bons olhos. A ILGA pertenceu na década de 90 à ESOSOC (Economic and Social Council), que é uma organização das Nações Unidas. A ILGA foi expulsa da ESOSOC em finais dos anos 90, e a razão da expulsão deveu-se à acção de Bill Clinton, então presidente dos EUA, que ameaçou retirar o apoio financeiro às Nações Unidas se existissem organizações filiadas na ONU que promovessem a pedofilia. Da ILGA fazia então parte uma outra associação, a NAMBLA (ver no Google = NAMBLA), que promove abertamente a pederastia e a pedofilia. Desde então, a ILGA dissociou-se (aparentemente) da NAMBLA, deixou passar uns anos, e conseguiu a sua readmissão na ESOSOC no ano passado (é o que se pode chamar: Back in “busy ass”).

O governo socialista da Catalunha inclui Barcelona do roteiro turístico sexual e pedófilo europeu, juntando-se às cidades de Amesterdão, Roterdão e Veneza, que também aderiram à ILGA, mas como cidades autónomas. Fica assim provado que a pedofilia, como a droga, tem rentabilidade económica. Falta que José Sócrates inclua Lisboa no roteiro turístico pedófilo da Europa, juntando, assim, Portugal à modernidade europeia. A julgar pela tendência das elites na União Europeia, ser pedófilo é ser moderno; a julgar pelo processo da Casa Pia, Lisboa já está no roteiro pedófilo da modernidade de uma forma não-oficial, e por isso, falta só a assinatura de José Sócrates na ILGA para oficializar a adesão do Governo Português à pedofilia internacional, rumo a uma sociedade mais justa e moderna. Viva o socialismo!

Deixe um Comentário »

Ainda sem comentários.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

AVISO: os comentários escritos segundo o AO serão corrigidos para português.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: