perspectivas

Quinta-feira, 30 Agosto 2012

A vitória de Obama por intermédio de Romney

Filed under: feminismo,politicamente correcto — O. Braga @ 9:47 pm
Tags:

Because once women have the vote, they become a separate constituency with interests separate from those of men. This inevitably results (1) in female emotionalism and female resentment becoming central in politics; (2) in everyone bowing down at the altar of the mistreated, overworked “moms” of America, who are thus turned into a new type of oppressed ubermensch; and (3) in women as a group demanding substantive equality with men as a group. In short, sexual socialism.

via Ann Romney's disgusting appeal to the female vote.

O feminismo só pode prevalecer e prosperar numa sociedade fortemente controlada pelo Estado. Ou queremos uma sociedade livre, ou toleramos o feminismo e o controlo do Estado.

Mesmo que Romney ganhe as próximas eleições, terá sido uma vitória de Obama.

Passa-se, hoje, com o partido republicano, nos Estados Unidos, um fenómeno idêntico ao do partido (não) conservador inglês de David Cameron: já não conseguem pensar fora do esquema politicamente correcto.

Os movimentos políticos conservadores do Ocidente deixaram de ser um exemplo a seguir; devemo-nos concentrar nos exemplos de conservadorismo que vêm de outros países, como por exemplo a Rússia e a Hungria. A Ocidente, a diferença entre os partidos conservadores e partidos social-marxistas tende a ser nenhuma, com a passagem do tempo. Estamos a caminhar para uma espécie de rotativismo partidário em que não existem diferenças essenciais entre os partidos políticos, e em que prevalece fundamentalmente um pensamento único.

O partido republicano de Romney assumiu o feminismo pela voz da sua mulher no congresso na cidade de Tampa. E ao assumir o feminismo, o partido republicano assume também o socialismo e, por isso, nega uma sociedade livre, na medida em que o feminismo e a sociedade livre são incompatíveis.

Estamos perante o princípio do terceiro excluído: o feminismo só pode prevalecer e prosperar numa sociedade fortemente controlada pelo Estado. Ou queremos uma sociedade livre, ou toleramos o feminismo e o controlo do Estado.

Deixe um comentário »

Ainda sem comentários.

RSS feed para os comentários a este artigo. TrackBack URI

AVISO: os comentários escritos segundo o AO serão corrigidos para português.

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s

Theme: Rubric. Get a free blog at WordPress.com

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 525 outros seguidores