perspectivas

Sexta-feira, 17 Agosto 2012

A TMN deveria conceder um período de nojo aos seus “novos” números de telefone

Filed under: A vida custa — O. Braga @ 6:08 am
Tags:

Há alguns meses comprei um telemóvel novo. Ainda não tinha sequer informado os amigos do meu novo número de telefone e eis que recebo um mensagem SMS: “Bom dia, Sr. Carlos Ferreira. Esta é mensagem da Caixa Geral de Depósitos. Agradecemos se desloque ao Banco para regularizar a sua situação.”

Em “banquês”, “regularizar a sua situação” é um eufemismo e quer dizer “pagar a sua dívida”. Ora, como eu não me chamo Carlos Ferreira, não tenho dívidas por regularizar (graças a Deus!), e nem nunca trabalhei com a Caixa Geral de Depósitos, não liguei ao SMS e nem fui ao Banco.

Dias depois recebo uma chamada da Caixa Agrícola de uma terriola qualquer. “Sr. Carlos Ferreira?” “Não, minha senhora”, retorqui; “não é o Carlos Ferreira!”. Houve um silêncio do outro lado da linha, como quem não acredita na minha negação do personagem Carlos Ferreira. “Minha senhora: não sou o Carlos Ferreira. Acontece que eu comprei um telemóvel da TMN com este novo número que, afinal, não é novo número de modo nenhum!”.

Entretanto, parece que a Caixa Geral de Depósitos entregou o processo do Carlos Ferreira a um “cobrador de fraque” que me passou a ligar às horas mais incríveis, e eu ia sempre negando que era o Carlos Ferreira. Uma noite, o cobrador de fraque ligou-me à 1 hora da madrugada: “Sr. Carlos Ferreira?”.

Foi aí que eu “explodi”. No dia seguinte fui a uma loja TMN e comprei um cartão com um número novo, e deitei ao lixo, com o maior desprezo deste mundo, o número de telefone do sr. Carlos Ferreira. Além disso, o novo número que eu tinha acabado de comprar agradava-me melhor, porque tinha várias capicuas que o tornava mais fácil de memorizar, o que não acontecia com o número do sr. Carlos Ferreira.

Não passou um dia e recebo uma chamada de um número anónimo. Atendi. “Sr. Leonel Torres? Daqui fala do Barclays Bank. Agradecemos que o senhor…” Puf! Desliguei!

O meu problema com a TMN é o seguinte: nunca trabalhei, em toda a minha vida, nem com a Caixa Geral de Depósitos, nem com a Caixa Agrícola, e nem com o Barclays Bank; e por isso seria impossível ter dívidas com esses Bancos. Não tenho heterónimos nem sou esquizofrénico, e por isso não sou nem Carlos Ferreira nem Leonel Torres. Portanto, acho que vou processar judicialmente a TMN por usurpação de identidade.

About these ads

Deixe um comentário »

Ainda sem comentários.

RSS feed para os comentários a este artigo. TrackBack URI

AVISO: os comentários escritos segundo o AO serão corrigidos para português.

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s

Theme: Rubric. Get a free blog at WordPress.com

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 522 outros seguidores