perspectivas

Quinta-feira, 2 Agosto 2012

O problema do Euro é a Alemanha

Filed under: economia,Europa — orlando braga @ 10:09 am
Tags: , ,

The industrial sectors of the north and the south have not moved towards each other in the last eleven years, but rather they developed away from each other. And under these conditions the common currency makes no sense.

via Gates of Vienna: The Last Spasms of the Common Euro Diplomacy.

O trecho supra foi publicado no jornal alemão Die Welt, e vemos como os alemães limpam as mãos à parede na questão do Euro. Diz o trecho que os sectores industriais da Europa do sul e do norte, respectivamente, não se adaptaram um ao outro nos últimos onze anos, e que, em vez disso, desenvolveram-se independentemente um do outro. Mas o que o artigo não diz é que os alemães foram os principais responsáveis por esse desenvolvimento divergente das indústrias do sul e do norte da Europa.

Para que a Alemanha possa vender automóveis a países de fora da União Europeia — países terceiros — tem que importar desses países, por exemplo, sapatos, têxteis ou roupa. E por isso a Alemanha e, em muito menor grau, a França, foram os grandes responsáveis, por exemplo, pela implementação do Acordo Multifibras que abriu as portas à importação, a nível europeu, livre de taxas aduaneiras, de têxteis e de confecção têxtil oriundos de países terceiros com mão de obra quase esclavagista — produtos esses que eram tradicionalmente fabricados no sul da Europa (por exemplo, é conhecida a qualidade do sapato italiano, cuja indústria está hoje praticamente destruída). Todas essas indústrias do sul foram destruídas pelos interesses económicos exclusivistas da Alemanha.

Ou seja, a lógica da economia da Alemanha é incompatível com qualquer tipo de moeda comum e com qualquer tipo de unificação política europeia. O problema do Euro e da unificação política da Europa é a Alemanha, e não os países do sul.

Corolário: a existir uma moeda comum na Europa, a Alemanha deveria ser excluída. A Alemanha deve sair do Euro, em vez de tentar impor a saída a outros países da zona Euro.

About these ads

Deixe um comentário »

Ainda sem comentários.

RSS feed para os comentários a este artigo. TrackBack URI

AVISO: os comentários escritos segundo o AO serão corrigidos para português.

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s

The Rubric Theme. Get a free blog at WordPress.com

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 497 outros seguidores