perspectivas

Quinta-feira, 5 Julho 2012

Sal sem sódio?!

Filed under: A vida custa,Ciência,cultura — orlando braga @ 7:54 am

Um dia destes, alguém vai criar um produto líquido qualquer em laboratório e dizer que é “água sem oxigénio”. E as pessoas vão acreditar.

Se o sal de cozinha é cloreto de sódio, ou seja, se é uma molécula composta por 1 átomo de sódio + 1 átomo de cloro (NaCl), se lhe retirarmos o sódio, deixa de ser sal. Portanto, o “sal sem sódio” é uma coisa qualquer mas não é cloreto de sódio ou sal.

O que parece é que em vez de cloreto de sódio, este “sal” é cloreto de potássio. Ora, o cloreto de potássio é utilizado nas injecções letais dos condenados à morte dos Estados Unidos: uma injecção intravenosa de apenas 30 miligramas por Kg mata um ser humano. Doses excessivas de cloreto de potássio na comida podem causar paragens cardíacas e morte súbita.

Portanto, em vez de corrermos ricos da tensão arterial alta devido à ingestão excessiva de cloreto de sódio ou sal propriamente dito, passamos a correr o risco de morte súbita ou de paragem cardíaca porque pensamos que a ingestão de cloreto de potássio é uma “auto-estrada sem limites de velocidade”. E tudo isto em nome do progresso e da ciência!

About these ads

3 Comentários »

  1. Ele há cada uma!
    Eu, como hipertenso, tenho que agradecer à senhora o facto de ter recusado liminarmente essa “coisa”.
    Cumpts

    Comentário por Inspector Jaap — Sábado, 7 Julho 2012 @ 11:18 am | Responder

    • Parece-me que a solução do problema do hipertenso é reduzir drasticamente o consumo do cloreto de sódio, e não substituir esse consumo por cloreto de potássio. Porém, o que me espanta é a moda: em nome da moda, o ser humano predispõe-se a cometer todos os erros possíveis e imaginários.

      Comentário por O. Braga — Sábado, 7 Julho 2012 @ 3:32 pm | Responder

      • Justamente!
        É mais uma manifestação da estupidificação, global desta vez…
        Salazar dizia “Em política o que parece é”.
        Pois bem, parece que, agora, só é o que se publicita, o resto não existe.
        Não caia da cadeira se um dia destes certo tipo de acéfalos começar a comer palha porque ouviu dizer que era “in”… que tristes tempos os que vivemos hoje.
        Cumpts

        Comentário por Inspector Jaap — Segunda-feira, 9 Julho 2012 @ 5:17 pm


RSS feed para os comentários a este artigo. TrackBack URI

AVISO: os comentários escritos segundo o AO serão corrigidos para português.

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s

The Rubric Theme. Blog em WordPress.com.

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 491 outros seguidores