perspectivas

Domingo, 17 Junho 2012

3 homens com 78 filhos de 48 mulheres

Filed under: ética,cultura,educação,Esta gente vota — O. Braga @ 12:21 pm

“Three men in Tennessee have notched up a staggering 78 children by 46 different women between them – and are doing their best to squirm out of paying for a single one.”

via Tennessee's deadbeat dads: The three men who have 81 children by 46 different women… and they're not paying child support to any of them | Mail Online.

É uma história que vem publicada no Daily Mail, segundo a qual 3 homens americanos fizeram 78 filhos em 46 mulheres. Naturalmente que os homens da história não podem sustentar tamanha prole, e por isso é o Estado que tem que se responsabilizar pela educação das crianças.

Numa sociedade em que o estatuto de pai fosse respeitado e responsabilizado, os 3 homens pensariam duas vezes antes de fazerem 78 filhos em 46 mulheres. Mas como existe o Estado para substituir a responsabilidade da paternidade e para fomentar uma cultura de mães solteiras, o homem sente a impunidade da irresponsabilidade.

A educação daquelas 78 crianças não será paga pelos 3 homens que as conceberam. Eles estão-se nas tintas para isso. Serão todos os cidadãos americanos, através do Estado, que terão a obrigação de pagar essa educação.

Na minha opinião, este tipo de irresponsabilidade do homem terá que ser criminalizada. Aqueles 3 homens deveriam estar na prisão; e porque é certo que as 48 mulheres, dentro do que lhes é possível, contribuem para o sustento dos seus 78 filhos, estariam fora do âmbito da criminalização.

A política portuguesa atribui mais benefícios fiscais a uma mulher com filhos que viva em união-de-facto, do que a uma mulher casada com os mesmo número de filhos. Eis aqui um incentivo radical à desresponsabilização cultural do homem em relação aos seus filhos. A desvalorização cultural do casamento e o facilitismo do divórcio tendem à legitimação generalizada da irresponsabilidade e ao aumento de encargos por parte do Estado.

About these ads

Deixe um comentário »

Ainda sem comentários.

RSS feed para os comentários a este artigo. TrackBack URI

AVISO: os comentários escritos segundo o AO serão corrigidos para português.

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s

Theme: Rubric. Get a free blog at WordPress.com

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 522 outros seguidores