perspectivas

Quinta-feira, 23 Junho 2011

“Homens”, por Fernanda Montenegro

Filed under: cultura,feminismo,Sociedade — orlando braga @ 1:45 pm
Tags: ,

Via Impertinências, com a devida vénia.


O modo de vida, os novos costumes e o desrespeito à natureza tem afectado a sobrevivência de vários seres e entre os mais ameaçados está o macho da espécie humana.

Tive apenas 1 exemplar em casa, que mantive com muito zelo e dedicação num casamento que durou 56 anos de muito amor e companheirismo, (1952-2008) mas, na verdade acredito que era ele quem também me mantinha firme no relacionamento. Portanto, por uma questão de auto-sobrevivência, lanço a campanha ‘Salvem os Homens!’ Tomem aqui os meus poucos conhecimentos em fisiologia da masculinidade a fim de que preservemos os raros e preciosos exemplares que ainda restam:

1. Habitat

Homem não pode ser mantido em cativeiro. Se for engaiolado, fugirá ou morrerá por dentro.

Não há corrente que os prenda e os que se submetem à jaula perdem o seu DNA. Você jamais terá a posse ou a propriedade de um homem, o que vai prendê-lo a você é uma linha frágil que precisa ser reforçada diariamente, com dedicação, atenção, carinho e amor.

2. Alimentação correcta

Ninguém vive de vento. Homem vive de carinho, comida e bebida. Dê-lhe em abundância. É coisa de homem, sim, e se ele não receber de você vai pegar de outra. Beijos matinais e um ‘eu te amo’ no café da manhã os mantém viçosos, felizes e realizados durante todo o dia.

Um abraço diário é como a água para as samambaias. Não o deixe desidratar. Pelo menos uma vez por mês é necessário, senão obrigatório, servir um prato especial. Portanto não se faça de dondoca preguiçosa e fresca. Homem não gosta disso. Ele precisa de companheira autêntica, forte e resolutiva.

3. Carinho

Também faz parte de seu cardápio – homem mal tratado fica vulnerável a rapidamente interessar-se na rua por quem o trata melhor.

Se você quer ter a fidelidade e dedicação de um companheiro completo, trate-o muito bem, caso contrário outra o fará e você só saberá quando não houver mais volta.

4. Respeite a natureza

Você não suporta trabalho em casa? Cerveja? Futebol? Pescaria? Amigos? Liberdade? Carros? Case-se com uma Mulher.

Homens são folgados. Desarrumam tudo. São durões. Não gostam de telefones. Odeiam discutir a relação. Odeiam shoppings. Enfim, se quiser viver com um homem, prepare-se para isso.

5. Não anule sua origem

O homem sempre foi o macho provedor da família, portanto é típico valorizar negócios, trabalho, dinheiro, finanças, investimentos, empreendimentos. Entenda tudo isso e apoie.

6. Cérebro masculino não é um mito

Por insegurança, a maioria dos homens prefere não acreditar na existência do cérebro feminino.

Por isso, procuram aquelas que fingem não possuí-lo (e algumas realmente não possuem! Também, 7 bilhões de neurónios a menos). Então, aguente mais essa: mulher sem cérebro não é mulher, mas um mero objecto de decoração. Se você se cansou de coleccionar amigos gays e homossexuais delicados, tente se relacionar com um homem de verdade. Alguns vão lhe mostrar que têm mais massa cinzenta do que você. Não fuja desses, aprenda com eles e cresça.

E não se preocupe, ao contrário do que ocorre com as mulheres, a inteligência não funciona como repelente para os homens. Não faça sombra sobre ele…

Se você quiser ser uma grande mulher tenha um grande homem ao seu lado, nunca atrás. Assim, quando ele brilhar, você vai pegar um bronzeado. Porém, se ele estiver atrás, você vai levar um pé-na-bunda.

Aceite: homens também têm luz própria e não dependem de nós para brilhar. A mulher sábia alimenta os potenciais do parceiro e os utiliza para motivar os próprios. Ela sabe que, preservando e cultivando o seu homem, ela estará salvando a si mesma. E minha Amiga, se Você acha que Homem dá muito trabalho, case-se com uma Mulher e aí Você vai ver o que é Mau Humor!

Só tem homem bom quem sabe fazê-lo ser bom! Eu fiz a minha parte, por isso meu casamento foi muito bom e consegui fazer o Fernando muito feliz até o último momento de um enfisema que o levou de mim. Eu fui uma grande mulher ao lado dele, sempre.

Com carinho,
Fernanda Montenegro

About these ads

16 Comentários »

  1. Ótimo texto da Fernanda, cada vez mais admiro ela.

    Comentário por Ricardo Ecstasy — Quinta-feira, 23 Junho 2011 @ 7:59 pm | Responder

  2. Muito bom

    Excelente o texto

    Comentário por Valmont — Sexta-feira, 24 Junho 2011 @ 1:13 pm | Responder

  3. O texto é bonito mas não é dela, existe um moda idiota no Brasil(não vi isso ocorrer em outro pais do mundo), de atribuir textos a pessoas famosas.

    Estranhei por que ela não tem hábito de escrever para jornais, revistas e afins, sem contar que é uma senhora muito direta e discreta. Dei uma checada na web, e o texto foi uma parafraseação de um texto originalmente escrito para mulheres, acabou virou “hoax” e é divulgado por ai como sendo dela.
    .
    Outro caso comum é o de Arnalbo Jabour, existem centenas de textos nesse estilo de escrita e tema(homens e mulheres), atribuidos a ele.

    Comentário por shamtia — Domingo, 26 Junho 2011 @ 5:30 am | Responder

  4. corrigindo: “Arnaldo Jabor”.

    Comentário por shamtia — Domingo, 26 Junho 2011 @ 5:31 am | Responder

    • Antes de publicar este postal, fiz uma pesquisa no Google com as seguinte palavras-chave: “homens Fernanda Montenegro”. Podem verificar, vós mesmos, os resultados.

      Por outro lado, este texto só poderia ter sido escrito por uma mulher, porque a mulher, melhor que ninguém, faz este tipo de crítica subtil ao seu próprio género.

      Depois, o estilo da escrita encaixa perfeitamente naquilo que eu conheço do estilo desenvolto e pragmático de Fernanda Montenegro.

      Portanto, mesmo dando-se o caso do texto original não ser da Fernanda Montenegro, para mim poderia perfeitamente ter sido escrito por ela. Neste sentido, o problema da autoria do texto torna-se irrelevante.

      Comentário por O. Braga — Domingo, 26 Junho 2011 @ 7:59 am | Responder

      • Essa é boa! Não importa se a pessoa de fato escreveu o texto ou não, basta apenas o texto parecer ter sido escrito por ela… Hahahaha… Com todo respeito, mas que opinião estapafúrdia! Autoria é relevante sim, e diz respeito à veracidade da atribuição, se a pessoa escreveu de fato o texto atribuído a ela, não apenas se você acha, na sua opinião, que o texto poderia ter sido escrito por ela…

        Comentário por annamdv — Sexta-feira, 28 Setembro 2012 @ 11:06 pm

      • Dizem que a Ilíada e da Odisseia foram escritas por Homero. Dizem … mas ninguém tem a certeza. E para tornar a situação pior, Homero nem sequer era uma pessoa.

        Porém, mesmo sabendo que Homero não era uma pessoa, por um lado, e, por outro lado, não tendo a certeza se a Ilíada e a Odisseia foram escritas por ele — mesmo assim, as mais ilustres intelectualidades de todo o mundo e em todos os tempos atribuem-lhe a autoria dessas duas obras.

        Portanto, como podem ver, o problema dos textos atribuídos a Homero é muito mais complexo do que este texto atribuído à Fernanda Montenegro. Portanto, vamo-nos deixar de merdas e tratar de olhar para o conteúdo do texto, em vez de nos concentrarmos no seu aspecto formal.

        OK?

        Comentário por O. Braga — Sábado, 29 Setembro 2012 @ 2:55 am

  5. Por outro lado, este texto só poderia ter sido escrito por uma mulher, porque a mulher, melhor que ninguém, faz este tipo de crítica subtil ao seu próprio género.

    Boa observação.

    No inicio eu não suspeitava da autoria, até ver essa frases do tipo: “Homens são folgados.”(“folgado” é uma giria muito recente criada na capital paulista, estranhissimo de se ouvir de uma senhora carioca da idade de F. Montenegro). Dai procurei no google e vi que o texto era uma parafraseação d’um original escrito para mulheres.

    De todo jeito a parafraseação não retira o mérito da criatividade de que o fez, ficou um resultado bom. Pelo teor do texto, o autor é uma brasileira muito jovem e provavelmente mora na capital paulista.

    Comentário por shamtia — Domingo, 26 Junho 2011 @ 8:21 am | Responder

  6. Pessoas de certa idade, como por exemplo a Fernanda Montenegro, que estão ligadas ao mundo do teatro e das telenovelas, assimilam rapidamente os neologismos e os termos de gíria dos jovens. Portanto, não será por existirem termos de gíria no texto que podemos depreender que o mesmo não é necessariamente de autoria de uma pessoa sénior.

    Por outro lado, quando as pessoas com mais idade escrevem para o cidadão em geral, tendem a utilizar a terminologia corrente para se fazerem entender mais facilmente.

    Não existe uma prova fiável de que o texto que você aludiu como sendo original e que alegadamente era para mulheres, seja de facto o texto original. É possível que o referido texto “para mulheres” possa ter sido adaptado a partir de um texto original “para homens”. Entramos aqui em especulação sobre aquilo que cada um acredita (subjectivamente) que o texto é, e qual a sua origem.

    Comentário por O. Braga — Domingo, 26 Junho 2011 @ 12:06 pm | Responder

  7. [...] do site Perpectivas e descaradamente dei um ctrl+v [...]

    Pingback por “Homens” por Fernanda Montenegro | Aronson Br — Quinta-feira, 1 Setembro 2011 @ 11:31 pm | Responder

  8. Coisas que nós mulheres precisamos saber….

    Comentário por Brena Gloria Poeta — Sábado, 17 Setembro 2011 @ 2:29 am | Responder

  9. De fato, o texto, na minha opiniã, não combina com o estilo elegante de Fernanda Montenegro, embora esteja ciente de que intelectuais, por não terem nada o que provar, “passeiam” tranquilamente em vários estilos de liguagem. Em todo o caso, acho que vale a dica.

    Comentário por Ivana Leite — Quarta-feira, 2 Novembro 2011 @ 3:10 pm | Responder

  10. Dizem que a Ilíada e da Odisseia foram escritas por Homero. Dizem … mas ninguém tem a certeza. E para tornar a situação pior, Homero nem sequer era uma pessoa.

    Porém, mesmo sabendo que Homero não era uma pessoa, por um lado, e, por outro lado, não tendo a certeza se a Ilíada e a Odisseia foram escritas por ele — mesmo assim, as mais ilustres intelectualidades de todo o mundo e em todos os tempos atribuem-lhe a autoria dessas duas obras.

    Portanto, como podem ver, o problema dos textos atribuídos a Homero é muito mais complexo do que este texto atribuído à Fernanda Montenegro. Portanto, vamo-nos deixar de merdas e tratar de olhar para o conteúdo do texto, em vez de nos concentrarmos no seu aspecto formal.

    OK?

    Comentário por O. Braga — Sábado, 29 Setembro 2012 @ 2:56 am | Responder

  11. Fernanda Montenegro, só poderia ser esse exemplo de Mulher! espetacular, inteligente,uma das melhores atrizes do nosso País!! bjs DIVA!

    Comentário por Francinete Costa — Segunda-feira, 15 Outubro 2012 @ 8:28 pm | Responder

  12. A discussão é interessante sobre a autoria do artigo, mas convenhamos, o que é relevante, afinal: um texto bem escrito e com conteúdo, ou seu autor. Se foi dela, ótimo, caso contrário, não faz diferença. Se é de outro autor e ele ainda o atribuiu a Fernanda, belo gesto. Talvez a ideia foi ajudar as mulheres a entender os homens, e não sabia como fazer seu texto aparecer. O que importa mesmo é focarmos na coerência do conteúdo, agora que o texto se tornou famoso, não fazendo a menor diferença para quem escreveu. Só alerto para uma coisa: vários textos bíblicos como os de Matheus, Lucas e Marcos, já foram provados pela ciência não terem sido escritos por eles, mas por escribas, afinal, a maioria era analfabeto do aramaico. No entanto, 2 mil anos depois a maioria ainda acredita e tem fé. E assim é a história de bilhares de textos da história. O que vale, portanto, a autoria ou o autor? Eu fico ao lado do conteúdo.

    Comentário por Rodrigo Batalha (@RodrigoBatalha1) — Segunda-feira, 22 Abril 2013 @ 6:27 pm | Responder


RSS feed para os comentários a este artigo. TrackBack URI

AVISO: os comentários escritos segundo o AO serão corrigidos para português.

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s

The Rubric Theme. Create a free website or blog at WordPress.com.

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 492 outros seguidores