perspectivas

Sexta-feira, 2 Maio 2008

Aborto Ortográfico? Nem morto!

No Independent de hoje:

«Portugal may have to recognise the inevitable by bowing to the economic and cultural predominance of Brazil, its former colony. The once proud imperial power is considering reforming its language to accommodate recent linguistic developments in the South American economic powerhouse, with which it shares a language.

However the proposed reform of the Portuguese language in favour of Brazilian usage has sparked a heated polemic among the Portuguese, with the distinguished poet Vasco Graça Moura leading the rearguard action. “There is no need for us to take a back seat to Brazil,” he protests.»

Podem ler aqui uma súmula do Aborto Ortográfico.

  1. Se os países da África lusófona pensam que vão ganhar alguma coisa com um alinhamento com o Brasil nesta matéria, estão enganados. O Brasil não dá nada a a ninguém, mesmo que receba muito em troca; o Brasil não tem um complexo de colonizador que crie a necessidade de uma cooperação deficitária (oferta de livros escolares, apoio a fundo perdido, perdão de dívidas, etc.,). Contudo, esses países são livres de conduzir o seu destino como quiserem, mas os portugueses não devem ser privados da sua liberdade.
  2. Os portugueses devem organizar-se para processar judicialmente o Presidente da República, recorrendo mesmo a instâncias internacionais, caso ele promulgue a ratificação do Aborto Ortográfico, e a Direita portuguesa deve ter uma posição muito clara nesta matéria. Para saber em quem vou votar, preciso de saber quais os partidos que apoiam o Aborto Ortográfico. A promulgação do Aborto Ortográfico sem consulta popular configura crime Lesa-pátria previsto na Constituição Portuguesa. Queremos um referendo sobre esta matéria.

Via

Adenda: naturalmente que “processar judicialmente” o PR em exercício de funções parece um absurdo. Menos absurdo foi o contributo pessoal de Cavaco Silva para este Aborto Ortográfico; o problema dele foi não ter feito o Liceu: não dá valor à Língua Portuguesa, como podemos, aliás, verificar pela forma como se expressa.

About these ads

1 Comentário »

  1. Obrigado pela referência ao meu artigo no teu blogue!

    Comentário por Tiago Pimentel — Sexta-feira, 2 Maio 2008 @ 1:47 pm | Responder


RSS feed para os comentários a este artigo. TrackBack URI

AVISO: os comentários escritos segundo o AO serão corrigidos para português.

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s

The Rubric Theme. Blog em WordPress.com.

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 491 outros seguidores